quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Arapaçu-grande

De manhã cedinho, um som diferente enche a mata. Era um arapaçu. Este arapaçu estava numa fase mais tranquila do que outras vezes que o vi, no inverno, em que escapava rapidamente ao menor sinal de pessoas por perto. Estação da primavera, época de acasalamento e nidificação. Esse pássaro ficou um bom tempo estático, concentrado em vocalizar, intercalando a outro canto, de outra parte,  machos marcando território ou tentando atrair fêmea?

 Nome Científico: Dendrocolaptes platyrostris Spix, 1825   

video

 
Família:
Dendrocolaptidae

Comprimento: 25 a 27  cm

Plumagem: Bico preto, dorso e asas possuem uma coloração marrom-avermelhada, a cauda é mais avermelhada. Cabeça e peito são rajados com pintas escuras sobre tom esbranquiçado. Como outros arapaçus, possuem a  cauda com pontas para ficarem firmes quando alimentando-se nos troncos de árvores.

Alimentação: insetos nos troncos das árvores

Reprodução: Põe seus ovos em ocos em árvores, troncos de árvores mortas etc.

Ocorrência: Encontrado em Goiás, Mato Grosso e do Piauí ao RS.

Há duas subespécies: Dendrocolaptes platyrostris platyrostris e Dendrocolaptes platurostris intemedius.

Nenhum comentário:

Postar um comentário