sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

INAMBUGUAÇU

Nome Científico:  Crypturellus obsoletus

Os nambus são aves ariscas. Voam pouco, pois são pesadas para suas asas, vivem perto de rios  e riachos.

Comprimento: Em torno de 30 cm. As fêmeas são um pouco maiores.

Coloração: Possuem bico e pés acinzentados. As penas são avermelhadas, mais avermelhadas nas fêmeas, asas são mais escuras, dorso avermelhado nas fêmeas. Do abdômen até as coberteiras inferiores a plumagem é rajada em tons claros e escuros.

Alimentação: Ciscam no chão a procura de insetos, como grilos, gafanhotos e formigas, mas comem sementes, folhas e frutos encontrados no chão.

Reprodução: O período de nidificação é entre setembro a dezembro. Fazem o ninho no chão, onde postam de 2 a 3 ovos que são incubados pelo macho em torno de 20 dias.
Ocorrência: Ave arisca, habita as matas. Canta de manhã cedo. Seu Valdemar, morador antigo diz que eles estão em extinção, eram caçados no passado, mas de uns 30 anos pra cá não caçam mais, mas mesmo assim essas aves estão rareando.
Essa ave foi encontrada morta na trilha a beira do rio, na RPPN, não encontramos indícios da causa da sua morte.

Beija-flor-do-papo-branco


Nome Científico: Leucochloris albicollis
Mede aproximadamente 10,5 cm Esse beija-flor é identificado pelo papo branco. Além do pólen das flores, captura insetos em voo.
É territorialista.
Mede em torno de 10 cm







Verão. De manhã cedo esse beija-flor está alerta pousando para observar a caça.
video

sábado, 14 de dezembro de 2013

Bem-te-vi-rajado

Nome Científico
Myiodynastes maculatus

Também conhecido como siriri-rajado. Aparece sozinho, este apareceu  de tardezinha. Possui plumagem rajada. Possui bico grande. Possui listra branca acima do  olho e listra preta sobre o olho. Apanha insetos em pleno voo e também come frutinhas nas árvores.

.
video

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Frango-d'água

Nome Científico:  Gallinula galeata






 Filhotes de frango-d'água nas bordas da lagoa, a mãe devia estar por perto observando-os.