domingo, 3 de outubro de 2010

Tecelão

SargentoNome Científico: Cacicus chrysopterus
Família: Icteridae

Negro de cauda longa e parte da asa amarelada.
Seu ninho é muito interessante, parece uma bolsa em torno de 50 cm, onde põe seus ovos.

Aqui na nossa região ele é conhecido como Sargento.

Tucano-de-bico-verde

Tucano-de-Bico-VerdeNome científico: Ramphastos dicolorus
Família: Ramphastidae

Os tucanos são onívoros, se alimentam de plantas ou outros animais, por isso tem aparelho digestivo com capacidade para metabolizar diferentes tipos de alimentos.

O tucano se alimenta de frutos, sementes e pequenos animais.
video

Os tucanos andam aparecendo por essa região (Ana Rech- Caxias do Sul). A mamãe bem-te-vi-rajado fica enfurecida e os ataca quando rondam os ninhos. Pois além de se alimentarem  de frutos, alimentam-se também de filhotes e ovos nos ninhos de aves.

Foto do tucano - interior de Ibiúna - SP. 

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Pássaro Tangara Preciosa

Tangara preciosa

Começou a primavera e pássaros novos estão chegando...
Esse pássaro bateu no vidro de casa. Não descobri seu nome. Se alguém souber me comunique!



O nome da ave é  Tangara preciosa. O colorido indica o macho, pois a fêmea possui tons esverdeados e a cabeça marrom clara.Vive em matas abertas, principalmente de araucárias. ( família Thraupidae)
Obrigada a Luciane Baretta pela indentificação.
Foto Vera Medeiros

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Sanhaço Cinzento

Nome científico: Thraupis sayaca

Crédito da foto: Silvano Marques

Essa foto foi gentilmente cedida por Silvano Marques do blog:
http://wp.clicrbs.com.br/coisadegordo/

O sanhaço-cinzento, como o nome já diz, tem o cinza como cor predominante. Mas as penas são azuladas, fazendo um leve contraste com o cinza.


Encontra-se em todo o Brasil. Se alimentam principalmente de frutas, aqui na nossa região eles adoram figos. Nos lugares frios são mais observados na primavera e verão. Fazem seus ninhos nos eucaliptos e araucárias.

sábado, 21 de agosto de 2010

Gralha azul

NOME CIENTÍFICO: Cyanocorax caeruleus

A gralha azul pertence a família Corvidae, a mesma  dos corvos do hemisfério norte.
Tem cauda longa e asas largas com plumagem azul escura e o pescoço e peito pretos. Tem capacidade de imitar vozes de outros bichos. Comem sementes e frutas, mas também comem ovos de outras aves e pequenos animais.

Ave símbolo do Paraná. Essa ave está em extinção, bem como as araucárias (Araucaria angustifolia), que fornece seu alimento.
A gralha azul enterra pinhões para comê-los mais tarde. Ela pressiona a semente golpeando com o bico e depois ainda coloca folhas e galhos por cima para esconder o local. As sementes esquecidas brotam, nascendo novos pinheiros.
 Há décadas atrás se viam bandos de gralhas próximas aos pinheiros aqui no estado do RS, hoje são mais raras, bem como as araucárias, que estão dando lugar ao plantio comercial de piuns ilhote e eucalipto.



Beija-flor-de-papo-branco

NOME CIENTÍFICO: Leucochloris albicollis
Sua coloração é verde e o ventre e garganta são brancos. Essa espécie permanece no inverno em regiões frias.


Cambacita

Essa ave é muito pequena em torno de 9 cm. É nectarívora, alimenta-se de néctar das flores. Tem um bico fino e curvo e as cores semelhantes as do Bem-te-vi. Elas são muito briguentas. As fotos são da professora Elza, tirada no quintal de sua casa.

Nome Científico: Coereba flaveola (lennaeus, 1758)
Família: Thraupidae



Fotos: Elza Noemy de Vargas